Mês do Orgulho LGBTQIA+

| Criado em 21/06/2021 às 15:53

Há alguns anos, o conceito de diversidade vem permeando diversas discussões. Na mídia, no ambiente acadêmico e nos boards das empresas, muito se discute sobre como é possível ampliar o leque e abrir as portas para criar espaços verdadeiramente diversos e inclusivos. Embora muito se fale sobre o tema, poucas são as ações efetivas para abraçar a causa e construir ambientes nos quais o respeito seja a principal regra.

 

Um exemplo, são às ações de inclusão voltadas ao público LGBTQIA+. De acordo com recente pesquisa do LinkedIn, 81% dos entrevistados afirmam que falta muito para as empresas acolherem melhor esse público. O estudo também mostra que 35% já sofreram alguma discriminação no ambiente de trabalho e 12% afirmam que o preconceito partiu de forma direta ou velada por líderes da empresa.

 

Desenvolver e perpetuar a cultura do respeito à diversidade é um desafio diário, que precisa receber atenção total das companhias muito além das datas celebradas no calendário. Também não pode ser considerado apenas mais um tema para preencher números e alavancar resultados. Precisa ser vivenciado como uma crença e um propósito de cada organização.

 

 Valorizar as diferenças começa com o respeito já no recrutamento. Afastar vieses inconscientes e focar em avaliações baseadas somente nas habilidades profissionais é o primeiro passo para a implementação de cultura que preza a diversidade. Para nós, é um ponto fundamental e mandatório que permeia todas as atividades das instituições que fazem parte do grupo, como revela Maria Oliveira, do Comercial.  “Desde o processo seletivo, me apresentei tal como sou. A empresa me contratou exclusivamente por minha qualificação e sempre fui completamente respeitada".

Orgulho Lgbti 07

 

Nossos investimentos são voltados para a criação de um ambiente de respeito mútuo, no qual todos têm a liberdade de ser quem verdadeiramente são, como destaca Thaís Nunes, do departamento de Marketing. “Desde o primeiro dia, ser avaliada por meu desempenho e não pelas minhas características físicas, opção sexual ou religiosa me trouxe a sensação de acolhimento. Acredito que um profissional com liberdade de ser quem é atua com muito mais força de vontade, mostrando garra para crescer com um coletivo que o representa”.

 

Como organização, é motivo de orgulho saber que a semente que plantamos diariamente sobre a importância da diversidade tem rendido frutos. E mais: acabou se tornando não apenas uma série de iniciativas ou palavras, mas uma cultura no sentido mais puro, compartilhada por toda a nossa equipe. “Saber que esta cultura está refletida em cada atividade, em cada processo da instituição, motiva e traz uma sensação de pertencimento. Me sinto acolhido e respeitado por todos e valorizado pela empresa”, diz Guilherme Toledo, do Marketing.

Orgulho Lgbti 09

Entendemos que, como empresa é nosso papel engajar nessa causa e amplificar a voz pelos direitos de igualdade. “Independentemente dos rótulos que a sociedade tenta impor, no ambiente corporativo, acredito que tenho lugar de fala”, pontua Roberto Abrantes, do departamento Financeiro. Um lugar de fala que precisa ser expandido, reverberado e amplificado. E acima de tudo, respeitado!

Orgulho Lgbti 08

As diferenças nos tornam únicos, nos destacam na multidão. Precisamos incentivar a liberdade para que todos possam ser quem são, para amar livremente. Amar é o caminho do sucesso e toda forma de amor é e será sempre bem-vinda!